Ah, essa coceira que não passa

 

Saiba mais sobre a alergia ocular

 

Segundo a Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia (Asbai), cerca de 30% da população sofre com alergias. Em cidades com estações do ano bem distintas, como Brasília, com seu inverno frio e muito seco e um verão com muitas chuvas e calor, pessoas que sofrem com alergias.  A conjuntivite alérgica, em especial, é uma das mais comuns.

 

Esta conjuntivite é resultado de uma reação exagerada do nosso istema imunológico. Poeira, pelos de animais, pólen, fumaça, alimentos de origem marinha são exemplos de algumas destas substâncias. O uso de cosméticos, de colírios e de lágrimas artificiais (usadas para tratar a síndrome do olho seco) que contenham conservantes podem provocar reações alérgicas e comprometer a saúde ocular.

 

Outra manifestação frequente da alergia atinge as pálpebras, que podem ficar inchadas ou apresentar, na região próxima aos cílios, bordas inflamadas, uma condição conhecida como beflarite. Esta inflamação costuma ser causada por bactérias, causando vermelhidão, e, às vezes, forte irritação e presença de pus.

 

 

Estas reações alérgicas costumam desaparecer com fim da estação, a mudança no clima ou quando não há mais exposição ao alérgeno que causa tanta irritação. Caso os sintomas estejam incomodando bastante ou persistindo por muito tempo, consulte um oftalmologista. Ele saberá indicar qual o colírio ou a medicação mais adequada para você.

Veja algumas recomendações do Dr. Gustavo Bonfadini que o ajudarão a se prevenir contra a alergia ocular:

 

1 - Mantenha o filtro do ar condicionado sempre limpo;

2 - Evite excesso de tecidos que acumulem poeira, como cortinas, carpetes e bichos de pelúcia, por exemplo;

3 - Forre travesseiros com capas impermeáveis;

4 - Evite medicações ou produtos que já tenham causado alergia anteriormente;

5 - Mantenha os ambientes arejados e com boa exposição solar;

6 - Evite animais domésticos dentro de casa, especialmente aqueles que soltam muitos pelos;

7 - Evite o uso de vassoura; prefira pano úmido para retirar a poeira.

 

 

Fontes:

Gazeta do Sul - http://www.grupogaz.com.br/gazetadosul/noticia/371284-primavera_pesadelo_para_alergicos.html

Saúde Visual -: http://www.saudevisual.com.br/saude/saude/808-alergia-ocular-mais-irritante-do-que-perigosa

All About Vision - http://www.allaboutvision.com/conditions/allergies.htm

Instituto de Oftamologia do Rio de Janeiro - http://www.iorj.med.br/alergia-ocular/

Conjuntivite Alérgica x Infecciosa

 

Vermelhidão nos olhos, lacrimejamento, coceira e sensibilidade à luz (conhecida como fotofobia) são sintomas comuns das duas alergias. O que as diferencia é que a infecciosa é causada por um vírus e é contagiosa. Apenas um oftalmologista pode afirmar com precisão qual tipo de conjuntivite está afligindo uma pessoa. Contudo, a do tipo infecciosa é caracterizada por uma sensação de areia nos olhos e por produzir maior quantidade de secreção (semelhante a uma remela, de cor amarelada ou branca).

Entrega gratuita para todo o Brasil. Entre em contato conosco - WhatsApp: (61) 9.8641-4747

Audrey Brants Óptica - Dedicação absoluta à sua visão